Skip to content

Dizer até breve

novembro 16, 2014

Digo adeus à casa que me acolheu. O sítio onde iniciei minha busca, não sei ainda do quê se me perguntarem os mais práticos, com meu amigo, irmão e mestre Shamarda. Êta cara que pulsa amor e tem tanto que pode compartilhar. Certeza de que tanto acolhimento, aceitação e curtição não foram à toa. Meu coração bem lentamente se abre como o melhor remédio para expectativas furadas de um futuro de vida regulamentado. E aprendo a aceitar cada partícula do que sou no presente. Meu velho, trago você comigo onde quer que eu vá! Continue esse trabalho bonito de cura e desenvolvimento pessoal.

IMG_1607

Gratidão Sham, Susie, Yana, Suwami, Sita e Folgada. Essa família linda que me recebeu com tanto carinho, como se eu já fizesse parte dela. E sim, já faço. Sigo transmutando a resistência de dar e receber amor, sentindo a beleza de ser um coraçãozinho que cresce pela quantidade de sementes de felicidade que posso semear junto com o outro. Até breve meus caros!

IMG_1674

Anúncios

From → Crônicas, Diário

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: